Salão Estadual do Turismo volta ao Rio depois de oito anos

O Salão Estadual do Turismo está de volta após oito anos sem ser realizado no Rio de Janeiro.

Museu Imperial de Petropólis

Entre os dias 22 e 25 de agosto, o Armazém 2 do Píer Mauá vai sediar o evento, onde estarão presentes 70 dos 92 municípios fluminenses. Com o objetivo de mostrar o potencial das cidades do interior fluminense, a feira, promovida pela Secretaria de Estado de Turismo (Setur), acontece em sinergia com o Rio Gastronomia.

Com entrada gratuita, o evento contará com experiências sensoriais, produtos típicos, artesanato, danças e shows em uma área de 3.500 m².

Entre as apresentações culturais estão a bateria da Beija-Flor representando Nilópolis e a Baixada Fluminense; o Forró Pé de Serra, de Miguel Pereira; Orquestra de Jazz, de Barra Mansa; Coral dos Canarinhos, de Petrópolis; Capoeira de Valença, Jongo de Mangaratiba e a dança alemã, de Nova Friburgo.

Espaço do Conhecimento

Uma das atrações do Salão do Turismo é o Espaço do Conhecimento. Com uma proposta de aperfeiçoamento profissional e voltado aos profissionais e estudantes do setor, os debates variam entre “Marketing de Conteúdo Aplicado ao Turismo”, “Tendências de mercado no setor de Turismo” e “Airbnb x Hotelaria Tradicional”.

Serão apresentados, ainda, painéis sobre turismo étnico ecológico, turismo de experiência e turismo ecológico. O tema “Turismo, cidade e mobilidade: um olhar sobre o Rio de Janeiro” discutirá as recentes mudanças de infraestrutura e mobilidade no Rio de Janeiro e alguns dos efeitos para moradores e turistas. Com curadoria da Setur, Sesc, Sebrae e Senac, o local será composto por um auditório com 200 lugares e acontecerão 18 palestras.

O Salão Estadual do Turismo tem como público-alvo profissionais do setor, jornalistas especializados no segmento, estudantes, turistas e a população em geral.