Cabo Frio e Arraial do Cabo ficam de fora dos projetos de saneamento aprovados em Comitê de Bacia

Concessionárias prometem investir mais de dois milhões de Reais em saneamento

saneamento na praia do siqueira
Max dos Santos entrou na água de roupas claras e saiu coberto por um material denso e escuro na Praia do Siqueira em Cabo Frio (Foto Reprodução FB)

O Comitê de Bacia Hidrográfica Lagos São João (CBHLSJ) aprovou projetos de esgotamento sanitário para três cidades da Região dos Lagos, São Pedro da Aldeia, Araruama e Iguaba Grande. Os recursos, na ordem de  R$ 2.3 milhões,  são provenientes do Fundo Estadual de Recursos Hídricos (FUNDRHI).

Mesmo com os constantes desastres causados por despejo de esgoto em áreas de interesse turístico, Cabo Frio e Arraial do Cabo, cidades que recebem o maior fluxo de turistas na região, ficaram de fora dos investimentos.

Praia do forno arraial do cabo com esgoto
Consequência do sistema de coleta em ‘tempo seco”: Praia do Forno em Arraial do Cabo recebeu despejo de esgoto em função das fortes chuvas do dia 25 de janeiro (Ascom AC)

Em Cabo Frio, a  Praia do Siqueira que recebe os despejos de efluentes da ETE localizada no local e que faz tratamento apenas primário, permanece tomada pela lama e dejetos sem receber qualquer sinalização de solução para o problema. Em Arraial do Cabo, a cidade viu o apelido de “caribe brasileiro” balançar na corda bamba dos despejos de esgoto em áreas nobres em plena temporada.

Confira os projetos aprovados:
São Pedro da Aldeia  receberá investimento total de R$ 285.756,64 para construção de estação elevatória e linha de recalque em 3 áreas: Balneário, Bairro São João e Praia do Sudoeste.

Iguaba Grande terá Investimento total de R$1.053.574,85 para a  construção de estação elevatória e implantação de 1.665 m de rede coletora de esgotos.

Araruama receberá investimento  total de R$ 980.000,00 para a construção de sistema de biodigestor, filtros biológicos e zona de raízes, na comunidade quilombola Sobara.

COMPARTILHAR