Terminal de petróleo do Porto do Açu deve ser concluído ainda este mês

Terminal de petróleo do Porto do Açu deve ser concluído ainda este mês
Terminal de petróleo do Porto do Açu deve ser concluído ainda este mês

Terminal de petróleo do Porto do Açu deve ser concluído ainda este mês

A crise parece estar longe do Porto do Açu. Apesar do momento ruim para o setor de óleo e gás, o complexo da Prumo tem avançado em suas obras e deverá finalizar neste mês a construção de seu terminal para transbordo do petróleo extraído na Bacia de Santos. O empreendimento, que tem previsão de início de atividades para o próximo ano, atenderá a empresas como a britânica BG e a Chouest, que utilizará áreas do porto para carregar e descarregar embarcações de apoio às plataformas da Petrobrás.

Além delas, atuam hoje no porto a BP, que vem construindo os dolphins do cais onde deverão ficar atracados os navios responsáveis por transportar óleo pesado, utilizado como combustível para o motor de barcos de apoio marítimo. Segundo o colunista de O Globo, George Vidor, o projeto também abriga as obras da OSX para uma embarcação que será entregue à Sapura e para a integração de um módulo para plataforma da estatal.

{loadposition tague}

 O terminal de transbordo de petróleo constitui um dos maiores investimentos no porto e desperta o interesse de empresas  estrangeiras. Em agosto deste ano, a Prumo vendeu 20% do projeto à alemã Oiltanking, em negócio firmado por US$ 200 milhões.  Por meio do acordo, a companhia será responsável pelo gerenciamento das operações realizadas no terminal.

O complexo do Açu, localizado em São João da Barra (RJ), já recebeu investimentos somados em R$ 12 bilhões e conta hoje com três fábricas ativas, todas voltadas ao segmento de óleo e gás. São elas a da Wärtsilä, que produz turbinas e motores de navios, e as da NOV e da Techint, especializadas em tubos flexíveis para projetos de exploração.

Recentemente, o complexo industrial conseguiu nova autorização junto à Secretaria Especial dos Portos (SEP) para o transporte de petróleo, assim como para um aumento de seu calado, facilitando a entrada de navios de maior porte em sua área.

Petronotícias

{loadposition facebook}

COMPARTILHAR