Rodovia Amaral Peixoto fica engarrafada nesta quinta por causa da greve dos caminhoneiros

Caminhões em fila na Rodovia Amaral Peixoto, próximo ao trevo de Búzios | Foto Thaiany Pieroni
A paralisação nacional dos caminhoneiros chegou ao seu quarto dia nesta quinta-feira (24) e os reflexos no interior do Estado ficaram ainda maiores. Um dos maiores impactos foi na Rodovia Amaral Peixoto (RJ-106), que ficou engarrafada durante toda a tarde. Uma longa fila de caminhos se formam na altura do trevo de Búzios e o tráfego ficou bastante lento no local.
Posto de combustíveis vazio nesta quinta em Tamoios, segundo distrito de Cabo Frio | Foto: Thaiany Pieroni
O reflexo mais visível até o momento é o desabastecimento de combustíveis nos postos. Em Macaé, 18 postos ficaram sem gasolina. Em Rio das Ostras foram 15 postos. A falta de gasolina também provocou o aumento do preço. Um posto de Saquarema chegou a colocar o litro a R$ 5,99.
As empresas de ônibus que operam região, Salineira, 1001 e SIT, reduziram a frota nas ruas. O mesmo ocorreu com a cooperativa de vans CooperBúzios, que reduziu a frota em 40% durante a noite e em 100% no próximo fim de semana.
LEIA TAMBÉM
– Após diminuir frota nas ruas, Salineira garante transporte até o fim de semana na Região dos Lagos
– Motoristas fazem filas nos postos para garantir combustível
A CooperBúzios anunciou que se a greve não terminar até a próxima segunda-feira (28) o serviço será totalmente interrompido. A 1001, por sua vez, informou que algumas viagens podem ser canceladas.

Greve dos caminhoneiros

Salineira garantiu ônibus até o fim de semana na região | Foto: Tomás Baggio
A paralisação nacional que completou quatro dias nesta quinta provoca desabastecimento de mercadorias e combustíveis, além de problemas de trânsito e congestionamentos. Também há relatos de reflexos na aviação civil.
Os caminhoneiros protestam contra o preço dos combustíveis, especialmente do diesel, em rodovias do país e a cobrança de pedágios, mesmo quando os veículos estão com os eixos levantados. O protesto que começou na última segunda-feira (21) é por tempo indeterminado.