Produtores de Casimiro de Abreu avançam no processo de certificação orgânica

Produtores de Casimiro de Abreu avançam no processo de certificação orgânica
Produtores de Casimiro de Abreu avançam no processo de certificação orgânica

Produtores de Casimiro de Abreu avançam no processo de certificação orgânicaEncontro reuniu produtores, técnicos e prefeitura em Casimiro de Abreu (Divulgação)

Agricultores trocaram experiências sobre técnicas sustentáveis de produção

Produtores rurais de Casimiro de Abreu deram mais um passo no processo de certificação orgânica. Na última quarta-feira, dia 21, eles se reuniram com a coordenadora estadual da Associação de Produtores Biológicos do Rio de Janeiro (Abio) e técnicos da Prefeitura para a troca de experiências e o início da formalização do grupo que vai atuar no Sistema Participativo de Garantia (SPG). Cerca de 20 agricultores participaram do encontro que debateu técnicas agrícolas sustentáveis, como a adubação verde, compostagem, agrofloresta, entre outras.

{loadposition tague}

A representante da Abio, Cristina de Brito Ribeiro, ressaltou a importância dos produtores utilizarem técnicas sustentáveis para desenvolver a agricultura orgânica com base agroecológica, ou seja, a produção em harmonia com a natureza. Ela ressaltou que no SPG, o próprio grupo é responsável pelas avaliações das propriedades. “Os SPGs caracterizam-se pelo controle social, pela participação e pela responsabilidade de todos os membros pelo cumprimento dos regulamentos da produção orgânica”, ressaltou.

Produtor rural no distrito de Rio Dourado, Franco Freire planta banana, aipim, feijão, abóbora, caju, graviola, entre outras culturas, e já utiliza técnicas sustentáveis em sua lavoura. Ele se juntou ao grupo para buscar a certificação orgânica e agregar valor à sua produção. “A produção orgânica tem muitos benefícios para a saúde e o meio ambiente. Além disso, amplia nosso mercado e a competitividade da produção local”, ressaltou Franco.

O próximo passo para conquistar o selo de orgânico é a formalização do grupo do SPG, o que acontece já no próximo encontro. Em seguida, começam as vistorias nas propriedades para averiguar se estão sendo respeitadas as normas e procedimentos da agricultura orgânica.

Fonte PMCA

{loadposition facebook}

COMPARTILHAR