Pesquisa vai mapear momento atual e perspectivas do setor turístico no Rio de Janeiro

Pesquisa com empresários do segmento turístico vai mapear momento atual e perspectivas do setorPrainha, Arraial do Cabo/RJ, é uma das principais atrações turísticas da Região dos Lagos (Cesar Valente)

Empresários de 23 municípios turísticos do Estado do Rio de Janeiro foram convidados a participar de uma pesquisa de mercado a ser realizada ao longo dos próximos 12 meses.

O levantamento, denominado Clima Empresarial do Turismo no Estado, é uma iniciativa da Setur-RJ (Secretaria de Estado de Turismo do Rio de Janeiro) e buscará captar as percepções dos empresários e responsáveis pela gestão dos estabelecimentos turísticos sobre o momento atual, além de suas expectativas de futuro dos negócios.

O objetivo do estudo é identificar as principais variáveis da conjuntura econômica do turismo no Estado e compor relatórios de monitoramento capazes de refletir a percepção dos empresários quanto ao desempenho nos setores de Alimentação, Transportes, Meios de Hospedagem, Lazer e Agências de Viagem.

A coleta de dados da pesquisa será executada pela FGV (Fundação Getúlio Vargas), trimestralmente, por meio de um questionário disponível na internet. Os empresários que participarem poderão fornecer suas perspectivas sobre variações como demanda nacional ou internacional, custos operacionais, preços e número de funcionários, dentre outros itens.

Serão captadas, ainda, informações sobre o desempenho no trimestre imediatamente anterior ao atual, e comparações entre iguais períodos em anos consecutivos. Da mesma forma, os participantes poderão compartilhar suas expectativas para os próximos trimestres e apontar quais são os fatores favoráveis e os mais desfavoráveis ao desenvolvimento dos negócios.

As respostas obtidas por meio das coletas trimestrais serão analisadas e comparadas a cada período de referência – trimestre atual, anteriores e posterior – e os dados ajudarão a compor diagnósticos de mercado. Prometendo um sigilo absoluto, ao fim do processo, os voluntários terão acesso a um relatório conjuntural produzido a partir desta ótica empresarial e de cenários macroeconômicos do turismo em âmbito nacional e no estado.

Para Nilo Sergio Felix, secretário de Estado de Turismo, a pesquisa permitirá a geração de informações estratégicas para o empresariado, a partir do conhecimento das percepções e expectativas. Ao mesmo tempo, contribui para que o setor público tenha uma visão mais ampla e aproximada da realidade, insumos vistos como fundamentais para a definição de ações de fomento à atividade.

Agencia Brasil

{loadposition facebook}

COMPARTILHAR