O terceiro homem

“Você não faz ideia de como tenho sido ovacionado por onde passo…”, disse Eduardo Cunha, deputado federal, presidente da Câmara de Deputados, terceiro na lista de sucessão ao mais alto posto na República. Era o que dizia Cassius Clay quando insistia que merecia ser escolhido para disputar o título mundial na categoria de pesos pesados no boxe. Clay chegou lá e só o tempo dirá se Cunha conseguirá sair do isolamento em que se colocou vis-à-vis a queda de braço entre a presidenta Dilma e o Congresso. Para todos os efeitos Cunha é um “partido de um só”.

Na quarta-feira, 23/09, viu-se atropelado pela bancada de deputados federais nas negociações com o governo sobre a participação do PMDB na reforma ministerial. A presidenta pedira ao partido uma lista de indicações para ministérios. Era manobra para diminuir a intenção do Congresso a favor do impeachment incentivado por Cunha, a partir da Câmara, em acordo com líderes do DEM e do PSDB.

{loadposition tague}

O presidente do Congresso, Renan Calheiros, se manteve distante da questão e sugeriu que procurasse o líder do PMDB no Senado,
Eunício Oliveira, seu aliado. Em lugar disso a presidenta telefonou para Cunha e ofereceu-lhe possibilidade de conduzir a indicação de novos ministros. Cunha, mais tarde, vangloriou-se por ter dito “não” à presidenta.

Cunha deve ter-se sentido “estar com a bola cheia” e assim ficaria não fosse a confirmação feita por Fernando Soares de que lhe repassou cinco milhões de dólares de propina paga por Júlio Camargo.

Como no sábado, 26/09, discursando na cerimônia da filiação de Marta Suplicy no PMDB, Cunha defendeu a proposta de que o partido concorra, nas próximas eleições, com candidatos próprios, deixando a parceria com o PT, parece estar indicando que será inocentado e triunfará.

Não sentem os 204 milhões de brasileiros a mesma segurança quanto ao futuro deste País, mas sobre isso é o que menos fala o terceiro homem da República, o que é deveras muito preocupante.

Ernesto Lindgren

CIDADE ONLINE

26/09/2015

{loadposition facebook}

COMPARTILHAR