Lula pretende não entender a gravidade da situação (Ed. 16/09)

Não se faça de ingênuo. As joias deviam ficar nos palácios. Seus documentos, públicos, não podem ser guardados em depósito particular. É ilegal.    

Seu problema não é políico e ele não entende ou pretende não entender. É criminal e nenhum condenado vai se sacrificar para salvá-lo. DEIXE O POVO FORA DISSO.

Em 14/09 os promotores apresentaram duas das provas que têm e, muito provavelmente, há um caminhão delas. O juiz Sérgio Moro não será influenciado por uma marcha de milhões de petistas. Esqueça-se o apelo de Lula.

Não há quem se disponha a salvá-lo. Só se for do PT, como Vaccari e Dirceu. Os demais, só se forem muito burros.

Marcos Valério já insinuou haver uma história cabeluda ligada ao assassinato do prefeito de Santo André, em 2002. Lula, Dirceu e Gilberto Carvalho teriam sido chantageados. Qual a razão? Seis dos 12 milhões que Bumlai conseguiu do banco Schahin em 2004 teriam sido pagos a Ronan Maria Pinto, dono de uma empresa de ônibus. Teria usado o dinheiro para comprar um jornal.

Alguém imagina que Bumlai, com sua saúde seriamente abalada, irá ficar calado ou irá preferir ir para casa com uma tornozeleira em troca de contar o que sabe? E se ele aparecer com uma mensagem gravada em seu celular enviada por Lula? É impossível que Lula tenha sido capaz de apagar todos os rastros de sua relação com o pecuarista.

E Nestor Cerveró?

E Paulo Roberto Costa?

Léo Pinheiro está falando para salvar a própria pele sabendo que não pode inventar, falar do que “ouviu dizer”. Tem que fornecer informações e não, apenas, informes.

Alguém imagina Marcelo Odebrecht fazendo queixo duro, como Vaccari, correndo o risco de nunca mais voltar para casa, mesmo carregando duas tornozeleiras? Nem pensar!

Pedro Correia está falando. O filho e filha, também.

Marcelo Odebrecht está falando.

Não esqueçamos os motoristas dos carros que transportaram toda essa gente. Há os motoristas dos caminhões que transportaram os bens de Lula. Há a documentação do cofre onde Lula mandou guardar o que teria surrupiado dos palácios Alvorada e Planalto. Se sabia que pertenciam à União, porque aceitou o convite do Banco do Brasil para guardar as joias? Seu comentário sobre isso não tem pé nem cabeça.

300 pessoas do MPF em Curitiba trabalharam na coleta de provas a partir das delações. Portanto, Lula irá enfrentar provas que sustentam a acusação que, para os promotores e para a Receita Federal, bastariam para leva-los à julgamento.

As declarações de Lula, na trade de 14/09, de nada lhe servem. Apoio política não basta.

Ernesto Lindgren
CIDADE ONLINE
14/09/2016

COMPARTILHAR