Lula está preocupado com a segurança de sua família

E nós, o resto, os 204 milhões de brasileiros menos um, você, estamos preocupados com o quê, cara?

Você se revelou no depoimento à PF em 04/03/2016. Você seria, apenas, um egocêntrico para quem o fim justifica os meios. Em algum momento, em 2002, você teria dito aos membros de sua gangue: “quero ser presidente da República e não me interessa saber de onde virá o dinheiro para pagar o custo da campanha”. E sua gangue foi à luta. Sugaram o que puderam das “zelites” que você detesta.

Agora, com as “zelites” falindo e até falidas, você quer voltar para o governo Dilma e usar nossas reservas internacionais para se tornar o “salvador da pátria”. São US$474 bilhões para serem “investidos” no pagamento da dívida pública e distribuídos entre as “zelites” para investirem em projetos. Muito bem. Uma pergunta Lula: que garantia você nos dá de que, novamente, sua gangue não irá exigir de cada empreiteira que repasse para o PT entre 1% e 3% do custo de cada obra para participar de uma concorrência? Que garantia, Lula, você nos dá, os 204 milhões de brasileiros menos um, você, que não se repetirá o que aconteceu a partir de 2003?

Você, Lula, seria um egocêntrico que, agora, quer usar um mecanismo que colocará em risco o destino do Brasil só para se apresentar ao mundo como “o salvador da Pátria” e desfilar em carro aberto para a multidão o aplaudir.

E depois, Lula? Quando as reservas forem reduzidas à metade, de que maneira você impedirá que as agências de avaliação de risco reduzam, ainda mais, a nota do Brasil para C ou menos? Por acaso você, Lula, imaginaria que a população mundial é idiota?

Querendo segurança para sua família, Lula, pegue seus R$10 milhões acumulados fazendo palestras a US$200 mil cada, e mude-se para a Dinamarca. Vá para lá, levando sua família, e “venda seu peixe” na Europa. Vá fazer palestras na Rússia, na Síria, no Iraque, na Grécia.

Você, Lula, seria uma piada de mau gosto, “o urubu que pousou na sorte” do Brasil.

Corra Lula, corra. O juiz Sérgio Moro está de olho em você.

Ernesto Lindgren
CIDADE ONLINE
15/03/2016

{loadposition facebook}

COMPARTILHAR