Lula errou no verbo

O inimigo das “eliti” que andava no jatinho do Marcelo O e recebia U$2,5 mil por minuto de palestra afirmou num discurso, em 24/07, que o PT está sendo perseguido na Operação Lava Jato. Errou no verbo. Ele, Lula, é que estaria sendo caçado.
Diz estar de “saco cheio” e “cansado de mentiras e de safadezas”. Diga isso ao Juiz Sérgio Moro e ao STF.
Não seja o que seria ridículo comparando a situação do PT com a dos judeus. “Tenho a impressão de que muitas vezes a gente vê na televisão e parece os nazistas criminalizando o povo judeu. Parece os romanos criminalizando os cristãos, parece os fascistas criminalizando o povo italiano, parece tantas outras perseguições”. É uma declaração que seria mais do que estúpida. Seria a de um ignorante.
O que sugere este que seria o “vigarista do século 21”? Comutar a pena dos seus amigos corruptos já condenados no escândalo do Mensalão? Pedir ao Juiz Sérgio Moro para absolver seus amigos presos em Curitiba?
Quem os acusou foram empreiteiros, doleiros, ex-diretores e ex-gerente da Petrobrás. Não foi a mídia. A mídia está, apenas, acompanhando essa historia. Portanto que não venha com esses argumentos que seriam tentativas de escapar da caçada que está sendo empreendida e da qual dá demonstrações de estar fugindo ou tentado que seja suspensa.
Até eu amigo Leonardo Boff está criticando o PT. Porque não o procura e diga o que disse na cara do Boff. Teria medo de ouvir outras verdades?
A melhor coisa que este País merece é que Lula cale a boca.
Ernesto Lindgren
CIDADE ONLINE
26/07/2015

COMPARTILHAR