Lei Seca flagra mais de mil motoristas embriagados no interior do Rio em 4 meses

Fiscalização da operação Lei Seca | Foto: Divulgação
A Operação Lei Seca no Estado do Rio divulgou um balanço que aponta que mais de mil motoristas foram flagrados dirigindo embriagados nos últimos quatro meses. O percentual de motoristas abordados que foram flagrados em situação irregular é bem maior no interior do que na Região Metropolitana do Rio. Enquanto no Grande Rio o índice é de 4,3 %, no interior é mais que o dobro: 9%.
Segundo o balanço, nos quatro primeiros meses de 2018 foram realizadas 97 operações de fiscalização de trânsito no interior, abordando 11.660 motoristas. Desses, 1.047 foram flagrados dirigindo com o nível de álcool no sangue acima do permitido, que é 0,05mg/L. Essa quantidade foi determinada pela política de tolerância zero (Lei 12.760/12).
Nas 97 operações no interior, 3.592 motoristas foram multados e 531 veículos foram rebocados. Outro número chama a atenção: 876 carteiras de habilitação foram apreendidas, o que dá uma média de 9 apreensões por operação, aproximadamente. Para efeitos de comparação, no mesmo período do ano passado foram realizadas 79 operações no interior, resultando na abordagem de 9.760 condutores, dos quais 882 foram flagrados dirigindo sob efeito de álcool.

Números da fiscalização

Mais de mil motoristas foram flagrados pela operação Lei Seca no interior do Rio nos 4 primeiros meses de 2018 | Foto: Divulgação
Desde a criação da Operação Lei Seca no Estado do Rio, mais de 2,8 milhões de motoristas foram abordados em 20,6 mil ações. Essas operações resultaram em 528,7 mil veículos multados e outros 102,2 mil rebocados, com mais de 176,5 mil motoristas perdendo o direito de dirigir, com a Carteira Nacional de Habilitação apreendida. Os números indicam, ainda, que foi identificada embriaguez em mais de 185,2 mil condutores.
Além do risco iminente de causar um acidente, dirigir sob efeito de álcool não é bom negócio pro bolso. As penas vêm sendo reformuladas nos últimos anos, e a multa está bem salgada. O motorista que é flagrado dirigindo com sinais de embriaguez é multado em R$ 2.934,70, além de ter o veículo retido e o direito de dirigir suspenso por um ano.
Em caso de reincidência, a multa é mais pesada, passando para R$ 5.869,40. E, caso o índice de álcool no sangue seja igual ou maior que 0,34mg/L, além destas penalidades, também se configura crime de trânsito, cuja pena varia de 6 meses a 3 anos de detenção.

Lei Seca no interior

As últimas operações no interior foram realizadas em São Pedro da Aldeia, no dia 23 de abril, Saquarema, Cabo Frio e Búzios, no dia 22, e Rio das Ostras no dia 21 do último mês. Por motivos de segurança, o governo do Estado não divulga os locais das próximas operações.