IX Feira de RSE Bacia de Campos será nos dias 14, 15 e 16 de junho

IX Feira de RSE Bacia de Campos será nos dias 14, 15 e 16 de junho
IX Feira de RSE Bacia de Campos será nos dias 14, 15 e 16 de junho

IX Feira de RSE Bacia de Campos será nos dias 14, 15 e 16 de junho

 

Transferida para os dias 14, 15 e 16 de junho, das 14 às 21 horas, no Clube Cidade do Sol, em Macaé, a IX Feira de Responsabilidade Social Empresarial Bacia de Campos, realização da Revista Visão Socioambiental e parceiros, terá como tema central “Reinventando as cidades”. O evento disponibilizará ao público, com entrada gratuita, um fórum com mais de 20 painéis e palestras, além de stands de empresas, órgãos públicos, organizações não governamentais, mostra de cinema socioambiental, oficinas, exposições e performances.

O Fórum da IX Feira de RSE Bacia de Campos abrirá no dia 14, terça-feira, às 15:30h, com o painel “Sociedade e governança”, para o qual foram convidados representantes do Ministério Público Federal (MPF), do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPE-RJ) e do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ). O Painel abordará o combate à corrupção e aos crimes ambientais, o fortalecimento das redes de cidadania e o controle externo na gestão dos recursos públicos.

Outros painéis relacionados ao conceito de sustentabilidade, cidadania e qualidade de vida acontecerão no mesmo dia: “Desenvolvimento urbano inclusivo e sustentável”, com os professores Alcimar das Chagas Ribeiro (Uenf) e Fabianne Manhães (UFF); “Que cidade queremos?”, abordando a fauna, flora e recursos hídricos urbanos, com os biólogos Pablo Gonçalves (Nupem/UFRJ) e Vitor Ferreira (Instituto Pé de Planta), sob a mediação de Alessandra Veloso (Sema). Em seguida, o painel “Responsabilidade socioambiental empresarial com ênfase na educação ambiental durante as fases de construção e montagem de empreendimento de grande porte”, com Rosa Marília Vieira e Luciana Casanova Borges. Para concluir, a palestra “Potencial de negócios na área de meio ambiente entre Brasil e Alemanha”, com Achim Schudt, representante do Centro Empresarial de Estudos Internacionais da Confederação Alemã para Empresas de Pequeno e Médio Porte no Brasil.

No dia 15, quarta-feira, o Fórum será aberto com a palestra “Áreas urbanas de interesse ambiental e fiscalização de empreendimentos”, com o engenheiro Carlos Pedro Ferreira (UTE NF), tendo em seguida o painel “Coleta seletiva em Macaé: que lixo é esse”, com Langenbeck Santana (Recicle Social), Sávio Magaldi (Sema) e Júlia Feitosa (Recicla Macaé).

Logo depois, o painel “Reinventando as cidades: escolhas sustentáveis para superar a crise” terá como foco a opção pelos modelos sustentáveis em que haja a conciliação entre o desenvolvimento econômico, a justiça social e a preservação do meio ambiente, em contraposição à lógica do mercado que está destruindo a vida no planeta. Para este painel foram convidados Marco Navega (Federação do CVB/RJ) e o Joelson Rodrigues (IMCT).

O Fórum prossegue com as palestras “Captação de água da chuva no combate a enchentes em áreas urbanas”, com o engenheiro ambiental Marcos Cezar dos Santos (FSMA), “Eficiência energética: uso racional de energia”, com o engenheiro ambiental Saulo Borges (Petrobras) e “Inovação tecnológica, imperativa para a nossa coexistência no planeta”, com Gustavo Miguelez e mestre em Inovação. Para encerrar, o painel “Recursos hídricos”, com Marcos Cezar dos Santos, chefe-substituto do Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba, e Edgar Rangel, consultor da Petrobras/UO-BC.

No dia 16, quinta-feira, a palestra “O mundo das relações: corpo x consciência x ambiente” abre o Fórum, com Alberto de Souza (IFF Campus Macaé), seguida do painel “Os excluídos: case de crescimento insustentável”, com apresentação do filme “Açu: A Voz dos Desapropriados” e debate com os autores, representantes dos produtores rurais do quinto distrito de São João da Barra e da academia. Em seguida, as palestras “Horticultura urbana”, com o engenheiro agrônomo João Flores, vai mostrar como aproveitar os espaços urbanos para produção de alimentos orgânicos e saudáveis; “A tecnologia aberta contribuindo para a gestão dos recursos hídricos”, com Lorenzo Martins, Antonísio Martins e Ramon Narcizo, da Water Vector,; e “Soluções de engenharia sustentáveis, acessíveis e aplicáveis nas comunidades da região”, com Matheus Ferreira e Dyogo Diniz, da organização Engenheiros sem Fronteiras Brasil .

O Fórum será encerrado com a palestra do explorador Sérgio Vahia de Abreu, sobre os “50 anos da expedição que marcou o Centro Geográfico do Brasil”, um dos destaques da IX Feira de RSE e que terá uma exposição fotográfica durante o evento. Vahia de Abreu, o documentarista inglês Adrian Cowell e o cacique Raoni eram jovens aventureiros quando participaram, em 1958, da expedição liderada pelos irmãos Villas-Boas que levou à criação do Parque Indígena do Xingu. 50 anos depois, os três decidiram refazer essa viagem. As duas aventuras serão narradas na IX Feira por um dos principais protagonistas.

Além do Fórum, estão previstos vários eventos paralelos, entre eles a projeção do vídeo e performance “Ciranda Planetária” com a fonoaudióloga Sandra Wyatt, projeto do Irmane C pela Paz, além da Mostra Cenário Socioambiental, com longas e curtas metragens, alguns premiados em diversos festivais no Brasil e no mundo, oficinas diversas etc.

{loadposition facebook}

COMPARTILHAR