Instituto de Marinha em Arraial do Cabo completa 34 anos com programação aberta ao público

IEAPM é referência em estudos do mar no Brasil

Sede do IEAPM, na Praia dos Anjos, em Arraial do Cabo | Foto: IEAPM/Divulgação
O Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira, organização militar da Marinha do Brasil em Arraial do Cabo, irá comemorar 34 anos de existência nesta quinta-feira (26). O IEAPM é referência em estudos do mar no Brasil e atua com grupos científicos de Oceanografia Física e Biológica, de  Acústica Submarina, de Sensoreamento Remoto e de Geologia e Geofísica Marinhas.
Entre as pesquisas mais relevantes do instituto está um estudo inovador para utilização de tintas marítimas anti-incrustantes, ou seja, que impedem a criação de crostas nos cascos das embarcações. O produto se difere dos demais existentes no mercado por ser isento de substâncias tóxicas ao meio ambiente, e teve a patente registrada nos Estados Unidos (EUA).
Portão de entrada do instituto | Foto: IEAPM/Divulgação
O objetivo é que a tinta possa ser usada em embarcações e plataformas de petróleo, evitando a migração de organismos de uma região para outra por meio das crostas criadas nas embarcações.
Para celebrar a data o IEAPM está com programação aberta ao público. Nesta terça (24) e quarta (25) ocorre a exposição “Ciência no Mar”, das 9h às 17h, no prédio Amazônia Azul, no canto esquerdo da Praia dos Anjos. O tradicional Museu Oceanográfico, que fica na Praça do Cova, também está com entrada gratuita até o próximo sábado (28).
História
O Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira teve origem na década de 1970, no Projeto Cabo Frio, idealizado pelo Almirante Paulo de Castro Moreira da Silva, então Diretor do Instituto de Pesquisas da Marinha (IPqM). Em 26 de abril de 1984, foi criado o Instituto Nacional de Estudos do Mar (INEM), aproveitando os trabalhos realizados, os pesquisadores e as instalações do Projeto Cabo Frio.
Em março de 1985, em homenagem ao seu idealizador, o Instituto recebeu sua denominação atual, estando hoje diretamente subordinado à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação da Marinha.
COMPARTILHAR