Inea libera licença para o terminal Ponta Negra em Jaconé

Beachrock de Jacone RJ
Beachrock de Jacone RJ
Moradores temem que a praia de Jaconé sofra modificações com a implantação do terminal

O projeto do Terminal Ponta Negra, em Maricá, obteve licença prévia para sua instalação, em aprovação concedida pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea). A autorização, obtida em unanimidade pela comissão do instituto, permite que a DTA Engenharia, responsável pelo empreendimento, dê prosseguimento à implementação do projeto, localizado em Jaconé. A Comissão Estadual de Controle Ambiental (Ceca) deve ainda emitir a licença de instalação e operação antes das obras serem iniciadas.

Apelidado de “Porto de Jaconé”, o projeto tem enfrentado resistência de moradores e ambientalistas dos municípios de Maricá e Saquarema, que temem impactos negativos com a instalação do novo terminal. A expectativa da Prefeitura de Maricá, no entanto, é de que o empreendimento movimente a economia local. O projeto, que soma investimentos de R$ 5,5 bilhões, deve gerar em torno de 13 mil empregos diretos e indiretos e movimentar, além de 1 milhão de contêineres de carga anuais, cerca de 850 mil barris diários de granéis líquidos provenientes do pré-sal.

A aprovação prévia do terminal foi comemorada pelo prefeito de Maricá, Washington Quaquá (PT). “A emissão da Licença Prévia significa desenvolvimento sustentável, tecnológico, emprego e recursos para aplicar em saúde, educação e políticas sociais”, afirmou ele.

Petronotícias

COMPARTILHAR