Ilha do Japonês terá limite de visitantes em Cabo Frio

Ilha do Japonês, em Cabo Frio | Foto: Clique Diário
Um dos principais cartões postais de Cabo Frio, a Ilha do Japonês terá limite diário de visitantes após a conclusão de um estudo colocado em prática pela Prefeitura. O estudo de suporte de carga vai estabelecer a capacidade máxima de pessoas no espaço. A previsão e de que o estudo seja concluído até outubro.
“O objetivo principal é cuidar do patrimônio natural. Esse estudo é fundamental e a previsão é que fique pronto em outubro”, informa o coordenador de Meio Ambiente, Eduardo Pimenta, lembrando que desde o ano passado já vigoram regras de ordenamento como a proibição do desembarque de pessoas com churrasqueira, isopor ou cooler a partir de 40 litros, produtos inflamáveis, animais e barracas de acampamento, além de ambulantes e aparelhos de som.
As medidas fazem parte de uma ação conjunta da Secretaria de Turismo, Coordenadoria-Geral de Meio Ambiente, Coordenadoria de Postura, Guardas Civil e Marítima, Instituto Estadual do Ambiente-Inea e Capitania dos Portos. A Comsercaf também entrou na parceria promovendo diversos mutirões de limpeza e coletas seletivas solidária.
A coleta de lixo, inclusive, ganhou apoio de um barco que auxilia no recolhimento de resíduos na Ilha e no Canal. Somente no feriado de Tiradentes e São Jorge, por exemplo, foram retiradas cerca de 100 sacolas de 200 litros de lixo e microlixo. Já no feriado do Trabalhador foram 15 toneladas.
“Além de placas que informam as regras de uso da Ilha, folders orientam os turistas e moradores e enaltecem as belezas locais”, ressalta o coordenador de Meio Ambiente.
Regras foram impostas para ordenar a Ilha do Japonês | Foto: Prefeitura de Cabo Frio
Para o prefeito Marquinho Mendes o ordenamento da Ilha é fundamental para a preservação de um dos patrimônios da cidade. “Desde que assumimos a Prefeitura determinamos que o Parque Municipal da Boca da Barra, no qual a Ilha está inserida, fosse tratado com a importância que merece. Não medimos esforços para apoiar as ações de ordenamento porque sabemos o quanto esse paraíso é importante para a cidade”, diz o prefeito.
Para chegar à Ilha com facilidade, táxis marítimos saem do píer do Terminal dos Transatlânticos, localizado no final da Avenida Assunção. As embarcações têm um ponto fixo de desembarque e embarque na Ilha, numa raia demarcada por boias. O horário de funcionamento do serviço vai das 7h às 18 horas.
COMPARTILHAR