Homem que mantinha pássaros silvestres sem licença terá que pagar R$ 70 mil em multas

Pássaros foram apreendidos em Petrópolis | Foto: Divulgação / UPAm
Mais de R$ 70 mil em multas serão aplicadas a um morador de Petrópolis flagrado com pássaros silvestres sem licença. Policiais militares da Unidade de Policiamento Ambiental dos Três Picos chegaram até ele após denúncia encaminhada pelo Linha Verde (0300 253 1177).
Segundo os agentes da 5ª UPAm, na residência havia diversas gaiolas penduradas na varanda. Após contato com o morador, que franqueou a entrada dos agentes no imóvel, foi constatada a existência de oito trinca ferros, três coleiros, dois currupião, dois pixoxós, um tico tico, um tiziu e um sanhaço, mas nenhuma das aves possuía anilha de identificação junto ao IBAMA e o proprietário não possuía as licenças para criação de passarinhos.
Com base no artigo 29 da Lei de Crimes Ambientais e na instrução normativa do IBAMA (10/2011), o acusado foi convidado a comparecer ao Posto Temporário da Polícia Federal em Petrópolis, onde o fato foi registrado enquanto que os animais serão encaminhados ao Abrigo de Animais do Comando de Polícia Ambiental. De acordo com a UPAm Três Picos, foi gerado um auto de constatação e a multa deverá ser paga ao INEA.
A população pode denunciar crimes ambientais ao Linha Verde, pelos telefones 0300 253 1177(custo de ligação local) e (21) 2253 1177 ou ainda através do APP “Disque Denúncia RJ”. O anonimato é garantido.
Pássaros foram apreendidos em Petrópolis | Foto: Divulgação / UPAm
COMPARTILHAR