Governo lança cartilha para atendimento de turistas LGBT

Governo lança cartilha para atendimento de turistas LGBT
Governo lança cartilha para atendimento de turistas LGBT

Governo lança cartilha para atendimento de turistas LGBT

Público LGBT representa 10% dos viajantes no mundo e movimenta 15% do faturamento do setor, de acordo com a Organização Mundial do Turismo. Na publicação é possível encontrar informações sobre legalidade, conceitos básicos e dicas de como atender

Para melhorar o atendimento aos turistas LBGT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros), o Ministério do Turismo, com o apoio do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), elaborou a publicação Dicas para atender bem turistas LGBT.

Os turistas LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros) representam 10% dos viajantes no mundo e movimentam 15% do faturamento do setor, de acordo com dados da Organização Mundial no Turismo (OMT).

Na publicação, que está disponível nos formatos impresso e on-line, é possível encontrar informações sobre legalidade, conceitos básicos e dicas de como atender bem. Entre os conceitos tratados no guia estão a diferença entre identidade de gênero, sexo biológico e orientação sexual. Foram produzidos 19 mil exemplares que serão distribuídos entre as secretarias estaduais e municipais de turismo.

No capítulo “Dicas para atender bem”, os estabelecimentos são orientados a tratar os clientes pelo nome social, oferecer promoções para casais e datas especiais, além de recomendar usar sempre o termo orientação sexual. A iniciativa é uma parceria do Ministério do Turismo com o Conselho Nacional de Combate à Discriminação e Promoção dos Direitos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais e o Ministério da Justiça.

“O Ministério do Turismo está atento aos públicos identificados como prioritários pelo Plano Nacional de Turismo. Precisamos entender as necessidades de cada perfil de viajante para oferecer o melhor atendimento possível para transformar a experiência do turista no País ainda mais positiva”, explicou o ministro do Turismo, Marx Beltrão.

Da mesma forma, o presidente da Embratur, Vinicius Lummertz, reforça que o turismo LGBT é um dos segmentos que mais crescem no mundo e um nicho atrativo para destinos turísticos.

“O público LGBT é considerado um dos mais atraentes para o mercado turístico e move 54 bilhões de dólares a cada ano. Focada nesse potencial, a Embratur apoia e parabeniza a iniciativa do Ministério do Turismo com Guia”, declara Lummertz. Ele lembra ainda que o Instituto celebra ações para desenvolver o turismo no Brasil e também atrair mais estrangeiros com esse perfil ao País.

Fonte: Embratur
{loadposition facebook}

COMPARTILHAR