Essa gente pode estar doente

Não pode ser, apenas, cinismo, amoralidade, falta de escrúpulo, desonestidade. As histórias contadas por delatores na Operação Lava-Jato parecem indicar que as demandas feitas por políticos são de pessoas que podem estar doentes. Pode ser, SMJ, um tipo de cleptomania.

Já é chocante ler-se em Termo de Declaração prestado ao MPF um delator descrevendo uma conversa telefônica em que é discutido o repasse de quatro milhões de dólares para alguns políticos, valor que mais tarde passa a ser seis milhões. Mais chocante é imaginar o que ocorre depois, em casa de um dos políticos ou numa conversa com outro. Imagine-se esse político, agraciado com dois milhões de dólares conversando com a esposa ou companheira, na presença dos filhos, o que se passou. Perguntaria a mulher, “Resolveu aquele problema de conseguir dinheiro para pagar as despesas de sua campanha? ”. E ele, com naturalidade, responde, “Resolvi. Nosso contato vai providenciar o depósito de três milhões de dólares na minha conta naquele banco em Mônaco. Ele queria depositar dois milhões, mas eu e aquele sujeito da Petrobrás concordaram em depositar três”. E ela, ou algum filho, comenta, “Legal! ”.

{loadposition tague}

Essa gente, quem sabe, é capaz, talvez, de entrar na casa de um de seus comparsas, surrupiar um cinzeiro de prata e, mais tarde, comentar, dando gargalhadas, “Sabe aquele cinzeiro de prata que você ganhou de nosso agente? ”. Sim, responde o outro. “Pois fique sabendo que ontem à noite, quando fomos jantar com você na sua casa, peguei para mim”.

As coisas, possivelmente, se passam nesse nível de total ausência de pudor, ética, senso de responsabilidade. Nível de irracionalidade que nem mesmo se observa em animais ditos irracionais.

Não há como entender o que se passou ao longo dos três períodos de governo do PT. 

Pode-se alegar, com alguma probabilidade de certeza, que fatos como os descritos ocorreram em outros governos, no Brasil e mundo afora. O que se está tomando ciência é da maneira casual como as coisas aconteceram.

SMJ alguns políticos e não-políticos envolvidos nos escândalos do Mensalão e do Petrolão atingiram níveis de degradação e depravação nunca antes observados em qualquer sociedade. Podem estar doentes e a prisão não bastará para que reflitam e se curem.

Ernesto Lindgren
CIDADE ONLINE
19/10/2015

{loadposition facebook}

COMPARTILHAR