Dia de combate ao fumo alerta para os riscos do consumo do tabaco

Dia Nacional de Combate ao Fumo é celebrado em 29 de agosto

De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), os fumantes quando comparados aos não fumantes apresentam um risco 10 vezes maior de adoecer de câncer de pulmão; 5 vezes maior de sofrer infarto; 5 vezes maior de sofrer de bronquite crônica e enfisema pulmonar e 2 vezes maior de sofrer derrame cerebral.

“É importante que as pessoas se conscientizem sobre os males que o cigarro pode causar. A OMS classificou o tabaco como um dos fatores que mais contribuem para a epidemia de doenças não contagiosas como ataques cardíacos, derrames, câncer e enfisema. O grupo é responsável por 63% de todas as mortes no mundo. Outras doenças relacionadas ao tabagismo são: hipertensão arterial, aneurismas arteriais, úlcera do aparelho digestivo, trombose vascular, impotência sexual no homem, infertilidade na mulher, menopausa precoce e complicações na gravidez”, explicou o médico cardiologista Dr. João Alexandre Farjalla.

A expectativa é conscientizar o maior número de pessoas possível, uma vez que as doenças cardiovasculares são as que mais causam mortes no Brasil, sendo uma delas o infarto agudo do miocárdio, que mata uma pessoa a cada cinco minutos. “Muitas pessoas com sintomas do infarto não acreditam que estão infartando e acabam tomando remédios para outras doenças. O tempo é fundamental para o sucesso no tratamento do paciente e por isso é muito importante o socorro rápido”, destacou médico Dr. Matheus Sigiliano Carneiro.

Ter uma alimentação saudável, fazer exercícios pelo menos três vezes por semana e não fumar e beber são algumas dicas para se ter uma vida saudável e com menos riscos de se ter uma doença cardiovascular.

Fonte Tathiana Campolina

COMPARTILHAR