Centro Cultural Correios apresenta: Viva o Povo Brasileiro!

Centro Cultural Correios apresenta: VIVA O POVO BRASILEIRO!
Centro Cultural Correios apresenta: VIVA O POVO BRASILEIRO!

Centro Cultural Correios apresenta: VIVA O POVO BRASILEIRO!

Exposição apresenta um panorama poético da arte popular brasileira até o dia 12 de junho

Será inaugurada dia 13 de abril, as 19h, no Centro Cultural Correios, a exposição Viva o Povo Brasileiro!. Sob a curadoria de Denise Mattar serão exibidas cerca de 150 obras de arte popular criadas pelos mais representativos nomes de diversas regiões do país como Mestre Vitalino, Jadir João Egídio, Nhô Caboclo, Zezinha, Isabel, Galdino, Ranchinho, Miranda, Bajado, Mirian, Paul Pedro Leal, Chico Tabibuia, Antonio Julião, Ana das Carrrancas, Noemisa, Heitor dos Prazeres, J. Borges, entre muitos outros.

A exposição Viva o povo brasileiro! tem como proposta mostrar ao público a extrema beleza das diversas formas da arte espontânea brasileira. O conjunto mapeia obras de vários estados criando um vibrante panorama que enaltece qualidade dos trabalhos. As técnicas vão da pintura à escultura, cerâmica, ex-votos e tábuas votivas, relevos e objetos. O temas abordam dos santos às festas, das cenas do cotidiano aos animais selvagens. Uma explosão de cor, ritmo e alegria, permeada de lirismo, poesia e até de certa melancolia.

Segundo a curadora Denise Mattar estamos assistindo ao crescimento do prestígio da arte popular brasileira em museus e importantes coleções, ressaltando a importância dessa arte, sua originalidade, seu requinte e seus inúmeros mestres. “A exposição Viva o povo brasileiro! pretende revelar esse tesouro e mostrar ao público obras que pertencem a coleções particulares e que nunca foram vistas. A arte popular brasileira sempre foi mais valorizada pelos estrangeiros, e isto acontece desde a colonização. Nomes como o francês Jean de Léry (1536 – 1613), escreveu sobre a arte plumária indígena, o suíço Blaise Cendrars (1887 – 1961), encantou-se com a arte do povo mineiro, a italiana Lina Bo Bardi (1914 – 1992), que criou na Bahia um Museu de Arte Popular e realizou a antológica exposição “A mão do povo brasileiro”, só para citar alguns exemplos.”

As obras selecionadas por Denise Mattar e pelo pesquisador Roberto Rugiero, consultor da mostra, fazem parte das coleções de João Maurício de Araújo Pinho e Irapoan Cavalcanti, duas das mais importantes e completas do Brasil.

Viva o povo brasileiro!

Curadoria: Denise Mattar
Consultoria: Roberto Rugiero
Projeto expográfico: Guilherme Isnard

Exposição: 13 de abril a 12 de junho de 2016

Terça a domingo: 12h às 19h – Entrada Franca
Centro Cultural Correios
Rua Visconde de Itaboraí 20 – Centro

Fonte Correios

{loadposition facebook}

COMPARTILHAR