Campanha ‘Junho Vermelho’ incentiva a doação de sangue

Junho é o mês dedicado ao incentivo à doação de sangue no calendário nacional de saúde. O objetivo da campanha “Junho Vermelho” é lembrar a importância da doação de sangue e buscar mais doadores fidelizados. A data faz referência ao Dia Mundial do Doador de Sangue, comemorado em 14 de junho.
“A doação de sangue é um ato de solidariedade e que efetivamente salva vidas. Felizmente temos contado com o apoio da população e nossos números mostram isso. Cada bolsa de sangue doada pode salvar até quatro pessoas, é um ato simples que faz toda a diferença”, afirma o secretário estadual de Saúde, Sérgio Gama.
Desde o início do ano, o hemocentro coordenador do Estado do Rio de Janeiro, unidade da Secretaria de Saúde, vem apresentando bons resultados na captação de doadores de sangue. Entre os meses de janeiro e maio de 2018, já recebeu mais 7% de voluntários, comparado ao mesmo período de 2017, mas a regularidade das doações não pode parar.
“Apesar da evolução da medicina, ainda não existe um substituto para o sangue. Por isso, precisamos sempre dos doadores. Pacientes de doenças crônicas como anemia falciforme, pacientes em tratamento de câncer, pessoas que sofrem acidentes ou passam por grandes cirurgias, bebês internados em UTIs neonatais, todos são receptores de sangue em potencial e contam com a ajuda desses voluntários para sobreviver”, ressalta o diretor-geral do Hemorio, Luiz Amorim.
A campanha “Junho Vermelho” também ajuda a reforçar os estoques para o mês de julho, que, historicamente, registra queda de doadores por causa das férias escolares. Em 2018, a Copa do Mundo é mais um motivo para preocupação com a frequência dos doadores.
“Durante o torneio, o número regular de doadores acaba caindo”, diz Neusimar Carvalho, chefe responsável pelo Setor de Promoção à Doação de Sangue.

Requisitos para doar sangue

– Portar documento oficial de identidade com foto;
– Estar bem de saúde;
– Ter entre 16 e 69 anos. Jovens com 16 e 17 anos podem doar com autorização dos pais e / ou responsáveis legais;
– Pesar no mínimo 50 Kg;
– Não estar em jejum. Evitar apenas alimentos gordurosos nas 3 horas que antecedem a doação.
COMPARTILHAR