Cabo Frio decreta emergência e prefeito pede escolta de combustível para serviços essenciais

Prefeito em exercício de Cabo Frio, Aquiles Barreto, fez reunião nesta segunda sobre a falta de combustíveis | Foto: Divulgação / Prefeitura
O prefeito em exercício de Cabo Frio, Aquiles Barreto, decretou Situação de Emergência nos serviços essenciais nesta segunda-feira (28) por conta da falta de combustíveis. Aquiles também solicitou escolta da PM ao transporte de combustível para abastecimento dos veículos oficiais. As medidas foram anunciadas após uma reunião que começou às 8h30 e terminou pouco depois das 10h na sede da Prefeitura.
Segundo o comunicado enviado à imprensa, o objetivo é que a escolta garanta a chegada de um caminhão partindo da distribuidora com destino ao posto que fornece combustível para a Prefeitura. O prefeito editou um decreto de Requisição Administrativa e, com isso, o combustível transportado com escolta será usado exclusivamente em ambulâncias, carros da Secretaria de Saúde, viaturas da Guarda Civil e caminhões de recolhimento de lixo, não podendo ser vendido para terceiros.
“Todos os setores da Administração Municipal devem contingenciar o uso de combustíveis e demais insumos”, disse Aquiles.
LEIA TAMBÉM
– Procon notifica posto por preço abusivo do etanol durante a falta de combustíveis
– Gás de cozinha começa a faltar e preocupação com a greve aumenta
– Caminhoneiros se concentram na Via Lagos nesta sexta; veja como está o trânsito
– Rodovia Amaral Peixoto fica engarrafada nesta quinta por causa da greve dos caminhoneiros
– Após diminuir frota nas ruas, Salineira garante transporte até o fim de semana na Região dos Lagos
– Motoristas fazem filas nos postos para garantir combustível
No ofício enviado à PM também foi solicitada escolta de outro caminhão para envio de combustível para a Auto Viação Salineira, custeado pela própria empresa, visando a continuidade do serviço de transporte público para a população.

Hospitais e escolas

O ponto facultativo nas escolas municipais, decretado para esta segunda, será estendido na terça-feira (29), devido à previsão de que o transporte coletivo ainda estará operando de forma reduzida.
A Secretaria de Saúde informou o adiamento de cirurgias eletivas (que não são urgentes) e consultas não urgentes realizadas fora da cidade com necessidade de transporte fornecido pelo Município. Também está reforçando o estoque de vacinas de rotina em 8 unidades de saúde, para que estejam abastecidas durante a semana em caso de agravamento da crise: UPAs do Parque Burle e de Tamoios, Hospital do Jardim Esperança, Hospital da Mulher, Centro de Saúde Oswaldo Cruz e postos de saúde de Santo Antônio, Unamar e Samburá. As demais unidades trabalham com o estoque de vacinas restante da semana passada.
A Comsercaf interrompeu a coleta de galhos e entulho. Já o recolhimento de lixo domiciliar continua sendo feito de acordo com a escala reduzida divulgada na última sexta.
A Guarda Civil segue contingenciando combustível com as viaturas balizadas em locais estratégicos, circulando apenas nas ocorrências.

Procon notifica posto por preço do etanol

Na sexta-feira (25) um posto de combustíveis de Cabo Frio foi notificado pelo Procon por cobrança abusiva de etanol por conta da greve dos caminhoneiros. Após denúncias, o órgão deflagrou uma operação de fiscalização em oito estabelecimentos da cidade. Em um deles o litro do etanol estava sendo vendido a R$ 4,05, cerca de R$ 0,40 a mais do que a média nos demais postos da cidade.
Após a notificação o estabelecimento reduziu o valor para R$ 3,89. Nos outros sete, segundo o supervisor do Procon, Thiago Vasconcelos, já não havia mais combustíveis e também não foram encontradas irregularidades.
COMPARTILHAR