Após diminuir frota nas ruas, Salineira garante transporte até o fim de semana na Região dos Lagos

Ônibus da Salineira nesta quinta-feira em Cabo Frio | Foto: Tomás Baggio
A Auto Viação Salineira, empresa responsável pelo transporte público em diversas cidades da Região dos Lagos, garantiu nesta quinta-feira (24) que conseguirá manter o serviço de forma reduzida pelo menos até o fim de semana. A empresa já havia anunciado a redução na frota nas ruas por causa da falta de diesel nos postos, resultado da greve nacional dos caminhoneiros.
LEIA TAMBÉM
Motoristas fazem filas nos postos para garantir combustível
Ônibus circulam de forma reduzida por causa da falta de combustível | Foto: Tomás Baggio
Segundo o diretor administrativo, Gerson Geraldo, a empresa está buscando combustível junto a fornecedores para evitar que o serviço seja interrompido.
Gerson Geraldo, da Salineira (esq), o prefeito em exercício Aquiles Barreto e o secretário de Mobilidade, Mauro Branco
“Estamos entrando em contato com todos os fornecedores em busca de combustível. Mesmo com o aumento do preço estamos tentando comprar diesel para manter os carros nas ruas. Sabemos que se o serviço parar, todos serão atingidos. Por isso criamos um planejamento para evitar o agravamento do problema”, afirma Gerson.
Ele se reuniu na tarde desta quarta-feira (23) com o prefeito em exercício de Cabo Frio, Aquiles Barreto, e com o secretário de Mobilidade Urbana, Mauro Branco, para informar sobre a situação. Uma nova reunião entre eles foi marcada para o sábado.

Ambulâncias garantidas

Aquiles realizou reuniões com diversos setores do governo durante a tarde. Segundo o prefeito em exercício, o abastecimento das ambulâncias e demais veículos que realizam serviços essenciais está garantido nos próximos dias. Já para os demais setores a ordem é economizar.

Filas nos postos

Carros fazem fila em posto de combustíveis de Cabo Frio | Foto: Tomás Baggio
Com a possibilidade de falta de combustível, motoristas fizeram filas nos postos durante a tarde desta quarta, mesmo com o aumento dos preços. Em algumas bombas de Cabo Frio a gasolina chega a custar R$ 5,19. Mesmo assim, alguns postos estão limitando a quantidade de gasolina em 25 litros para cada veículo.
“Não tem o que fazer. Preciso abastecer e o jeito foi ficar na fila”, disse a professora Janete Oliveira, que esperou pouco mais de 20 minutos na fila de um posto na Avenida Júlia Kubistchek, em Cabo Frio.

Greve dos caminhoneiros

A paralisação nacional que completa três dias nesta quarta-feira provoca desabastecimento de mercadorias e combustíveis, além de problemas de trânsito e congestionamentos. Também há relatos de reflexos na aviação civil.
Os caminhoneiros protestam contra o preço dos combustíveis, especialmente do diesel, em rodovias do país e a cobrança de pedágios, mesmo quando os veículos estão com os eixos levantados. O protesto que começou na última segunda-feira (21) é por tempo indeterminado.
Salineira garantiu ônibus até o fim de semana na região | Foto: Tomás Baggio
COMPARTILHAR