Ilusionista de um Club Med no Peró

Ilusionista é quem insiste em divulgar elucubrações fundamentadas em realidade virtual.

A discussão sobre um suposto Club Med, que seria construído na Reserva do Peró, tornou-se cansativa, mas, a julgar pela entrevista concedida, com exclusividade, a esta revista pelo Sr. Paulo Pizão retorna-se ao tema para denunciar a mistificação.

O ilusionistas continuam a tentar iludir as populações menos favorecidas e que, atualmente, depois de experimentarem a sensação de terem conquistado uma ascensão econômica e social, estão afundando, como todo o País, rumo ao fundo de um poço do qual será extremamente penoso escapar.

Em ordem cronológica estão os links que o leitor poderá consultar para verificar a verdade dos fatos.

1) 03/01/2015
http://www.publico.pt/economia/noticia/chineses-da-fosun-vencem-disputa-pelo-club-med-1681091

Resume a disputa entre dois interessados (o empresário italiano Andrea Bonini e o conglomerado chinês Fosun) na aquisição da empresa Club Méditerranée, citando o parceiro brasileiro da Fosun, Nelson Tenure.

2) 11 February 2015
http://www.bbc.com/news/business-31432322

Descreve como a Fosun finalmente conseguiu o controle do Club Med, após uma disputa de dois anos com Bonino, que desistiu. Destaca o interesse do Club Med em investir em economias emergentes, como China e Brasil, devendo ser levado em consideração que em fevereiro deste ano ainda não se tinha tido a percepção das crises política e econômica brasileiras.

3) 20 de março de 2015
http://www.wsj.com/articles/fosun-to-invest-more-overseas-in-search-for-global-dominance-1426840596  (Wall Street Journal)
Resume o interesse da Fosun em investir, comprando hotéis e agências de viagem, pretendendo se tornar o líder mundial na indústria de turismo.

4) 22 de junho de 2015
http://expresso.sapo.pt/economia/2015-06-21-Chineses-da-Fosun-querem-abrir-outro-Club-Med-em-Portugal 
Comenta que os investidores chineses (Fosun) em Portugal têm 85% da seguradora Fidelidade e 100% da Luz Saúde e estão à procura de um local para abrir um segundo Club Med.

É isso. Não há qualquer citação de interesse da Fosun em construir ou comprar hotel, resort ou pousada, em qualquer lugar no Brasil.

É, portanto, risível, o comentário do Sr. Paulo Pizão na entrevista à revista Cidade: ‘Deveríamos estar agora nos preparando para comemorarmos a inauguração do Club Mediterranée de Cabo Frio em dezembro próximo, mas não!’.

O Sr. Paulo Pizão, em lugar de reclamar da impossibilidade de concretizar suas ilusões, deveria se preocupar em restaurar os danos que sua empresa SERVEC Ecologia causou na Reserva do Peró.

Ernesto Lindgren
Revista CIDADE ONLINE
17/11/2015

{loadposition facebook}

COMPARTILHAR